A redação do ENEM costuma ser uma das etapas que mais preocupam os candidatos, gerando muitas perguntas, desde como não fugir do tema até como a prova é corrigida e o modo de avaliação. Por isso, preparamos dicas fundamentais sobre o que você deve e o que você não deve fazer na redação do ENEM. Aliás, temos um e-book completinho aqui que só fala sobre isso. Você já baixou? Todas as dicas e orientações abordadas nele e neste post estão embasadas na Cartilha do Participante: A Redação do ENEM, produzida pelo Inep, e na preparação oferecida pela nossa Equipe de Redação.

Vamos conferir?

Antes de qualquer coisa, é importante saber que o gênero textual exigido pelo ENEM é dissertativo-argumentativo, ou seja, você deve seguir dois princípios de estruturação de texto:

  1. Apresentar uma tese, desenvolver justificativas para comprovar essa tese e uma conclusão que dê um fechamento à discussão elaborada no texto, compondo o processo argumentativo (ou seja, apresentar introdução, desenvolvimento e conclusão).
  2. Utilizar estratégias argumentativas (como exemplos, dados estatísticos, pesquisas…) para expor o problema discutido no texto e detalhar os argumentos utilizados.

Além disso, a redação do ENEM é dividida em 5 competências, as quais são avaliadas pelos corretores das provas e você deve dominá-las para chegar ao total de 1000 pontos. Confira todas, na íntegra, aqui

INTRODUÇÃO, DESENVOLVIMENTO E CONCLUSÃO

Como dissemos anteriormente, seu texto deve ser dissertativo-argumentativo, contendo introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução, você deve deter-se em explicar, de forma didática, o que será tratado no decorrer do seu texto. No desenvolvimento, você deve apresentar imediatamente a ideia mais importante que irá desenvolver ao longo da sua redação. Isso se chama tópico frasal. A seguir, deve explicar o que está discutindo. Na conclusão, você deve confirmar sua tese. A proposta de intervenção precisa apresentar alguns elementos fundamentais, como: o que vai ser feito? Quem vai fazer? Como isso vai ser feito? Qual o objetivo? Qual a solução para o problema apresentado?

O QUE VOCÊ NÃO DEVE FAZER

Além de todas essas dicas para você mandar bem na escrita e gabaritar essa etapa fundamental para a sua aprovação, listamos o que você não deve fazer em hipótese alguma, afinal, qualquer um desses fatores podem zerar a sua redação:

• Fuga total ao tema.

• Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa

• Extensão total de até 7 linhas.

• Cópia integral de texto(s) da Prova de Redação e/ou do Caderno de Questões.

• Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação em qualquer parte da folha de redação.

• Números ou sinais gráficos fora do texto e sem função clara.

• Trecho desconectado do tema proposto.

• Assinatura, nome, apelido, codinome ou rubrica fora do local devidamente designado para a assinatura do participante.

• Texto escrito predominantemente ou integralmente em língua estrangeira.

• Folha de redação em branco, mesmo que haja texto escrito na folha de rascunho.

Achou interessante este resumo e quer saber mais sobre? Basta fazer o download gratuito do e-book “4 exemplos de redação nota mil”. Além de exemplos práticos de redações que alcançaram a nota máxima, você aprende todas as técnicas e competências que precisa para escrever um bom texto e mandar bem no ENEM 2020.

Para ajudar na Redação: como usar a vírgula corretamente

MATRICULE-SE AGORA